Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2009

Muito Pais Não Têm Esta Paciência

Recebi um vídeo muito interessante, e para fazer pensar, mostrando uma criança com aproximadamente dois ou três anos de idade brincando com um cão, e fazendo de tudo com ele. O cachorro mostra-se extremamente paciente, não reclama, trata o garoto com amabilidade e acompanha-o por todos os cantos. E o menino sobe nele, deita sobre seu corpo, mexe em seu focinho, dá e puxa gravetos de sua boca, enfim, não poupa o cão, que mesmo assim participa de tudo e em nenhum momento reclama. O vídeo tem o sugestivo nome de "Muitos Pais Não Têm Esta Paciência".

É verdade. Muitos pais se aborrecem com seus filhos com facilidade, e normalmente reagem com violência. Não tem paciência para responder a mesma pergunta várias vezes, esquecendo que criança é assim mesmo. Isso me remete a outro belo vídeo recebido dos meus amigos internautas, mostrando um senhor idoso sentado no banco de uma praça ao lado de sua casa. Com ele está um jovem, seu filho, lendo um jornal. Vendo pássaros voarem e pousare…

Conteúdo e singularidade

Para entender a abordagem que vou fazer neste texto, é melhor, primeiro, ler o que disse Leo Buscaglia, em seu livro "Vivendo, Amando e Aprendendo":

“Talvez a essência da educação não seja entupir os jovens de fatos, e sim ajudá-los a descobrir a sua singularidade, ensinar-lhes a desenvolvê-la e depois mostrar-lhes como doá-la. Nenhum professor jamais ensinou alguma coisa a alguém. As pessoas aprendem por si. Como professores temos que acreditar na mudança, temos que saber que é possível, do contrário não estaríamos ensinando, pois a educação é um constante processo de modificação. Há uma mesa cheia de maravilhas. A educação é o processo de levar as pessoas a ela. Você pode enfeitar a mesa, não pode obrigar ninguém a comer. Todo mundo ensina a todo mundo, o tempo todo, o que são e quem são. Por isso é que todo mundo é professor. Como pessoa afetuosa, é bom você ter muito, muito cuidado com os rótulos que põe nos outros”.

Concordo com ele. Não temos que entupir os jovens de fat…