Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2012

Entrevista no Terceira Visão

Imagem
Gravando entrevista para o programa Terceira Visão, da TV Mundi, com Berenice Bertolatto. Logo darei notícia de quando o programa será transmitido.


Professores e escolas vencem desafios

O Jornal da Band transmitiu ao longo desta semana uma série especial que mostra a dura rotina dos professores dentro da sala de aula. Ao mesmo tempo em que mostra que a missão de educar não é fácil para os profissionais que lidam com alunos violentos, traz vários exemplos de professores e escolas que renovaram a prática pedagógica e a metodologia de ensino. Vale a pena assistr.

O link para os vídeos é http://www.band.uol.com.br/jornaldaband/conteudo.asp?ID=100000543554.

Não deixe, depois de assistir, de postar aqui seu comentário.

Aprovado limite de alunos na sala de aula

A Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado aprovou na manhã desta terça-feira (16) projeto de lei que estabelece um número máximo de alunos por turma nas escolas públicas. Por ter sido aprovado de forma "terminativa", o projeto não passará pelo plenário do Senado e seguirá diretamente para análise da Câmara dos Deputados.

A proposta altera a Lei de Diretrizes e Bases da Educação e estabelece que o número de estudantes para a pré-escola e para os dois anos iniciais do ensino fundamental será de 25 por sala de aula. Para os demais anos do ensino fundamental e os anos do ensino médio, o número máximo permitido em sala de aula será de 35 estudantes.

Segundo o autor da proposta, senador Humberto Costa (PT-PE), o objetivo da proposta é auxiliar os educadores, que diante de muitos estudantes, não conseguem, segundo avalia, fazer um acompanhemento eficaz do desenvolvimento dos estudantes.

Pelo texto aprovado na comissão, se for aprovada pelo Congresso e sa…

A fome no mundo

Quase 870 milhões de pessoas passam fome no mundo, ou seja, 12,5% da população mundial, indica um relatório sobre o biênio 2010-2012 divulgado em Roma, na Itália, pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO, na sigla em inglês).

O estudo, realizado em colaboração com o Programa Mundial dos Alimentos (PMA) e o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (Fida), destaca ainda que a grande maioria dessas pessoas, cerca de 850 milhões, vive em países em desenvolvimento.

Em 2009, a FAO lançou o alerta de que o número de famintos no mundo superara a barreira de 1 bilhão, mas um ano depois o total retrocedeu a 925 milhões.

Ainda assim, a agência das Nações Unidas adverte que os dados divulgados agora não podem ser comparados com os das edições anteriores, uma vez que foram introduzidas melhorias na metodologia utilizada a fim de obter dados mais precisos.

A FAO destaca que se foram levadas em conta as estimativas a partir de 1990 elaborad…

Quem quer ser professor? Paga-se pouco

A reportagem abaixo foi publicada no jornal O Estado \de São Paulo e replicada por diversas mídias. É de grande preocupação.
Professores brasileiros em escolas de ensino fundamental têm um dos piores salários de sua categoria em todo o mundo e recebem uma renda abaixo do Produto Interno Bruto (PIB) per capita nacional. É o que mostram levantamentos realizados por economistas, por agências da ONU, Banco Mundial e Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE).
A Organização Internacional do Trabalho (OIT) lançou um alerta, apontando que a profissão em vários países emergentes está sob "forte ameaça" diante dos salários baixos.
Em um estudo realizado pelo banco UBS em 2011, economistas constataram que um professor do ensino fundamental em São Paulo ganha, em média, US$ 10,6 mil por ano. O valor é apenas 10% do que ganha um professor nesta mesma fase na Suíça, onde o salário médio dessa categoria em Zurique seria de US$ 104,6 mil por ano.
Em uma …

Os jovens estão sendo expulsos da escola

Caiu o número de jovens na escola a partir dos 15 anos de idade.

Segundo a Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), divulgada pelo IBGE, 83,7% dos jovens entre 15 e 17 anos estudavam em 2011. O número é mais baixo do que o apurado em 2009, quando a taxa era de 85,2%. Isso siginifica 1,7 milhão de jovens fora da escola - população equivalente à de Curitiba. 

Uma pesquisa realizada pelo Ibope, em parceria com o Instituto Unibanco, em 2011, mostra que os estudantes do ensino médio perdem entre 17% e 40% dos dias de aulas, na maioria dos casos, por falta de professor.

O Censo Escolar de 2011 revelou que a taxa de reprovação no ensino médio brasileiro atingiu 13,1%, maior número desde 1999.

Para os especialistas a baixa qualidade do ensino, a alta taxa de reprovação, a falta de professores, a infraestrutura escolar deficiente, a falta de biblioteca e salas de estudo, a dificuldade de chegar na escola (transporte e distância), entre outros fatores, "expulsam" o …