Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2008

Professora Surda Dá Exemplo

É importante destacarmos as coisas boas do ensino, trazendo exemplos que alimentam o coração e dão certeza que, com amor, a educação dá bons resultados. É o caso que a mídia divulgou nos últimos dias e que reproduzimos abaixo.

"O trabalho da professora Maria da Conceição Souza Lima seria como o de uma outra docente dedicada, exceto pelo fato de ela ter superado um obstáculo pessoal. Há 25 anos com aulas na rede estadual de Minas Gerais, na cidade de Santa Luzia, Maria da Conceição possui deficiência auditiva e conquistou a admiração dos estudantes.

“No início as pessoas achavam estranho uma professora surda conseguir dar aula, mas eu dizia: ‘Confiem em mim, como eu confio em vocês. Sei que vocês vão conseguir, e eu também’”, conta. “Sou surda, mas eu escuto a turma com o coração.”

A docente trabalha com educação infantil até a quarta-série. Sua estratégia é ler os lábios dos alunos. E como é uma batalhadora, demonstra sua preocupação com os estudantes que tem mais dificuldade.

“Go…

Que Professor é Esse?

De Ceilândia, Distrito Federal, chega notícia do suposto incitamento à agressão contra um aluno feita por uma professora. O caso está sob investigação, mas o depoimento das crianças, na faixa etária de 5 anos, revela que a professora teria castigado o aluno segurando seus braços para trás e pedindo para as demais crianças darem tapas em seu rosto. Não estamos aqui para fazer julgamento, mas para fazer um questionamento: que formação estamos dando para os nossos professores?

A revista Nova Escola deste mês de outubro traz como reportagem de capa a matéria "Efeito dominó: por que cursos de pedagogia ruins formam professores despreparados para ensinar os alunos", com revelações muito importantes e que explicam, pelo menos em parte, as aberrações encontradas nas salas de aula das escolas.

Apesar do Ministério da Educação (MEC) incluir nas ações do Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE) - aliás são 47 ações - a criação do Sistema Nacional de Formação de Professores, inclusive j…

Deficiências

Para nossa reflexão, aqui está um excelente texto do poeta Mário Quintana (1906-1994):

"Deficiente" é aquele que não consegue modificar sua vida, aceitando as imposições de outras pessoas ou da sociedade em que vive sem ter consciência de que é dono do seu destino.

"Louco" é quem não procura ser feliz com o que possui.

"Cego" é aquele que não vê seu próximo morrer de frio, de fome, de miséria, e só tem olhos para seus míseros problemas e pequenas dores.

"Surdo" é aquele que não tem tempo de ouvir um desabafo de um amigo, ou o apelo de um irmão, pois está sempre apressado para o trabalho e quer garantir seus tostões no fim do mês.

"Mudo" é aquele que não consegue falar o que sente e se esconde por trás da máscara da hipocrisia.

"Paralítico" é quem não consegue andar na direção daqueles que precisam de sua ajuda.

"Diabético" é quem não consegue ser doce.

"Anão" é quem não sabe deixar o amor crescer.

E, finalmente, a …

O Fio Separador

Aproximadamente 1 milhão de pessoas, o que equivale a quase 20% da população com idade para exercer o voto, não compareceu às urnas no pleito eleitoral municipal deste domingo, que escolheu o novo prefeito para a cidade do Rio de Janeiro. Preferiram curtir a praia, a região dos lagos, Angra dos Reis ou a região serrana. Com um calor abrasador em torno dos 40 graus, o carioca resolveu deixar de lado a eleição, afinal, pensam muitos, tanto faz como tanto fez quem vai ser o prefeito. É o contingente dos indiferentes, um dos piores contingentes da população, pois o indiferente é aquele que, depois, vai perturbar a administração pública exigindo os seus "direitos".

E perguntamos: onde o fio separador da indiferença para o egoísmo?

Esse fio, se existe, é tão tênue, quase imperceptível, que descobrimos que o indiferente é quase sempre um egoísta, só pensa em si mesmo, jogando a responsabilidade em ombros alheios, para depois se entronizar num crítico contumaz, mas sem deixar de levar…

Revista do Educador na Internet

Hoje fazemos uma divulgação especialíssima e muito importante. O Instituo Brasileiro de Educação Moral colocou no ar a edição eletrônica da Revista ReConstruir, a revista do educador, pondo à disposição dos internautas do Brasil e do mundo amplo conteúdo educacional em reportagens, entrevistas, artigos, vida e obra de educadores, contos, experiências escolares, atividades educacionais, gestão, família e muito mais.

Por enquanto a edição será mensal, mas há planos futuros de torná-la quinzenal, permitindo que o público se deleite com os artigos dos educadores Ronaldo Gomes, Nadja do Couto Valle, Bruno Zaminsky, Fátima Moura e este que escreve, Marcus De Mario, além, é claro, de todo o conteúdo.

O endereço para acessar a Revista ReConstruir é www.educacaomoral.org.br/reconstruir.

O Instituto Brasileiro de Educação Moral, ou IBEM, como é conhecido, é uma organização educacional não governamental que se dedica à formação de educadores através de um projeto de educação moral, tendo desenvolvi…

Luta sem Vencedores

Estamos assistindo nos últimos tempos uma luta entre a escola e a família, na figura dos professores contra os alunos e dos alunos contra os professores. São mães que batem em professoras na saída da escola; são alunos que "aprontam" mil coisas contra os professores; são professores que agridem alunos; e, para bem azeitar essa luta insana, lemos agora a seguinte notícia:

"Uma aluna de Campinas, a 93 quilômetros de São Paulo, foi parar na cadeia por ter chutado a porta da escola. Ela havia sido impedida de entrar porque estava atrasada. O caso aconteceu na noite da terça-feira (21). Uma placa de isopor foi usada para fechar o buraco aberto com o chute. A direção da escola chamou a ronda escolar e a estudante de 23 anos foi presa. Ela ficou numa cela com outras 40 mulheres. A capacidade da cadeia é para 36 presas. A Secretaria Estadual de Educação tentou retirar a queixa, mas como o crime contra patrimônio público não requer a sustentação de uma denúncia o processo vai con…

Debate sobre Educação

Como já tivemos oportunidade de escrever neste Blog, no próximo dia 29 de outubro, às 19 horas, acontece na cidade de Campinas, SP, o 3º Fórum da Cidadania, desta vez com o tema "Fala sério: o encino brazileiro ainda tem geito?" (a grafia é essa mesma).

O Fórum é organizado pelo Grupo Democracia e Cidadania, com o apoio da Livraria Cultura e da Carta Capital, e ocupará o Auditório da Livraria Cultura no Shopping Iguatemi Campinas.

A proposta do fórum é "realizar um debate sobre a qualidade de nosso ensino público e o papel do professor. Estamos vivenciando ultimamente em nossas escolas um preocupante aumento da violência entre alunos, e entre estes e seus professores, que tem raiz em questões referentes a qualidade do ensino oferecido, processo que perpassa a infra estrutura de nossas escolas, a formação e valorização de nossos professores e a relação entre escola e comunidade. Uma de nossas grandes preocupações foi por muito tempo garantir o acesso de nossas crianças à e…

É Permitido Abandonar os Filhos

Transcrevo, para nossa reflexão, notícia vinda da BBC News e publicada pelo portal G1:


"Parlamentares do Estado americano de Nebraska concordaram em mudar uma lei polêmica que permite que pais deixem seus filhos em hospitais e estações de polícia sem serem processados por abandono de menores. A lei permite que os pais abandonem crianças e adolescentes de até 18 anos. Ela foi introduzida em julho para tentar evitar que bebês, crianças e adolescentes fossem deixados em locais perigosos. Desde sua introdução, pelo menos 18 crianças com idades entre 22 meses e 17 anos foram deixadas nos hospitais e estações de polícia do Estado. Em dois casos, os pais saíram dos Estados de Iowa e Michigan para abandonar os filhos em Nebraska. Agora, o governador de Nebraska, Dave Heineman, diz que a legislação precisa se concentrar na proteção de crianças. Ele e a maioria dos deputados da Assembléia Legislativa do Estado concordaram em mudar a lei - ela permitirá apenas o abandono de bebês de até três…

Reducionismo Perigoso

Assistindo o programa Fantástico, da Rede Globo de Televisão, no dia 19 de outubro, vimos o Dr. Dráuzio Varella apresentar reportagem sobre o crescimento do corpo humano, o amor e a gestação, em sequência a uma série de reportagens sobre o crescimento do corpo humano. O que nos chamou a atenção foi a afirmação categórica que o amor é apenas um sentido ligado ao olfato, feromônios e outros componentes químicos do corpo, ou seja, o amor e o sexo são meramente condicionantes orgânicos. É o pensamento materialista assumido pela ciência com relação ao homem, que, segundo esse pensamento, não passa de um conglomerado de células que dão origem a um complexo organismo vivo que acaba com a morte.

O homem, assim reduzido, tem os instintos, os sentidos, os pensamentos e os sentimentos localizados no cérebro, sendo todos eles apenas produtos neuronais e nada mais. Tanto será assim que, vez ou outra, os cientistas divulgam terem encontrado a sede da fome, do desejo, da fala, do amor, etc, nesta ou …

Quem Investe em Educação perde Eleição

Uma triste constatação ocorreu no último pleito eleitoral, em que todo o Brasil escolheu prefeitos e vereadores para seus municípios.

Os eleitores não reconheceram nas urnas a boa atuação dos prefeitos na maioria dos 37 municípios considerados exemplares em educação no Brasil, segundo pesquisa feita pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), Ministério da Educação e União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime). Em 21 dessas cidades, o eleito foi o candidato que representava a oposição.

A pesquisa "Redes de Aprendizagem - Boas Práticas de Municípios que Garantem o Direito de Aprender" foi feita no ano passado e destacou cidades no País onde a rede municipal de ensino público funcionava bem. Mas, nesse universo de 37 cidades, 21 não reconduziram os prefeitos ou seus candidatos para um novo mandato.

Realmente a educação não dá voto, e a população parece não dar muita importância à educação, quando, na verdade, ela é prioritária para o desenvolvimento d…

Você Precisa Saber

Você precisa saber que existe uma organização governamental séria trabalhando a formação de educadores numa visão espiritualizante da educação. É o Instituto Brasileiro de Educação Moral (IBEM), promovendo palestras, seminários e oficinas de vivências, gratuitamente, em escolas e secretarias de educação de todo o país. Seu programa pedagógico desenvolve a educação moral, a pedagogia da sensibilidade, a escola do sentimento e a cultura da paz. Está tudo em www.educacaomoral.org.br.

Você precisa saber que existe uma empresa editorial socialmente responsável, mantenedora do IBEM, que apresentamos acima, e que está revolucionando o mercado editorial com o lançamento de ebooks, o chamado livro eletrônico. É a Interior da Alma, com livros nas áreas educação, autoajuda, conto, romance, gestão, espiritismo. Visite www.interiordaalma.com.br e adquira os ebooks.

Você precisa saber que existe uma revista educacional eletrônica aberta a todos os interessados, com seções de entrevista, vida e obra d…

Onde Está a Honestidade?

Diversos mestres, pensadores e filósofos ao longo do tempo da humanidade alertaram para a necessidade da ética e da honestidade em nossos atos, em nossas falas e em nossos pensamentos, e nos últimos tempos uma ampla campanha pela cidadania vem trabalhando a consciência dos indivíduos para a importância dessas duas virtudes. Infelizmente o mundo político parece impermeável a todos esses apelos, e diariamente assistimos a hipocrisia, a falsidade e outros vícios morais campeando no congresso nacional e em outras instâncias do poder público.

Nem mesmo decisão do Supremo Tribunal Federal, que impede a contratação de parentes até o terceiro grau, é obedecida, pois senadores e deputados federais já encontraram um jeitinho para driblar a moralização do serviço público.

E o que falar de muitos candidatos às eleições municipais que se valeram de decisões judiciais ou entendimentos da justiça eleitoral, para esconder a ficha suja de sua vida e, pelo rádio e televisão, apresentar-se como uma pessoa…

Conservador de Águas

Sempre que tenho oportunidade assisto o programa Globo Rural na televisão, onde aprendo muitas coisas úteis sobre o campo, a agricultura, o meio ambiente, os alimentos e outros assuntos que interessam para termos uma vida melhor. E fiquei feliz com a reportagem sobre o Programa Conservador de Águas da Prefeitura Municipal de Extrema, em Minas Gerais, um programa que visa transformar os fazendeiros e sitiantes em ambientalistas, realizando em suas propriedades um trabalho ecologicamente correto.

Extrema é um município caracterizado por propriedades de gado leiteiro, onde brotam centenas de fontes de água cristalina que abastecem o Rio Jaguari, que por sua vez abastece de água potável a cidade de São Paulo. Acontece que o desmatamento para formação de pasto estava acabando com as nascentes, e o gado, no seu dia-a-dia, sujava a água, contaminando os córregos. Pois bem, a Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, mapeou as nascentes, conversou com os proprietários, e es…

Acabando com a Torre de Babel

Dados da ONU (Organização das Nações Unidas) mostram que para a realização de uma conferência internacional, são gastos aproximadamente um milhão de dólares em serviços de tradução, pois normalmente são utilizadas seis línguas diferentes para tradução simultânea e produção de relatórios. Isso é um paradoxo quando, por exemplo, a conferência discute a fome mundial, pois esse dinheiro salvaria a vida de milhares de crianças e adultos. E esse gasto poderia ser muito minimizado se a ONU utilizasse como língua oficial das suas conferências o Esperanto, língua universal auxiliar já reconhecida pela organização mundial, e que existe desde 1887.

Gandhi, o grande líder hindu afirmou: "Sou favorável (...) a uma língua auxiliar mundial, como é o Esperanto, para todos os povos".

A língua Esperanto foi criada por Lázaro Luiz Zamenhof (1859-1917) no ano de 1887, e pode ser aprendida por qualquer pessoa em até quatro semanas, tanto através de um curso presencial ou on line, pela internet.

O E…

Cartas Marcadas

A atual crise financeira mundial capitaneada pelos Estados Unidos não é um problema apenas dos governos ou dos bancos, é também um problema a ser repartido com cada empresário e investidor em ações.

Durante os últimos cinco anos, principalmente, todos ganharam muito em operações de risco e com taxas elevadas, e ao mesmo tempo, seja através de investimentos em novos empreendimentos ou em despesas supérfluas, gastaram muito. Resultado final: crise.

Os americanos emprestaram rios de dinheiro a todo mundo que queria comprar a casa própria ou queria um empréstimo pessoal. Gastaram somas bilionárias para sustentar a máquina da guerra. Criaram a maior dívida interna já vista. Resultado: quebradeira geral.

Os países produtores de petróleo, não satisfeitos com a imensa riqueza que detém, especularam o máximo que puderam, jogando o preço do barril de petróleo nas alturas. Ganharam muito dinheiro às custas do endividamento externo dos outros. Resultado: inadimplência de muitos países, que perderam …

Terceiro Setor

Muitas pessoas ainda não se aperceberam da força da Internet na divulgação e troca de informações das atividades desenvolvidas pelo Terceiro Setor, ou seja, as organizações não governamentais. Existe um verdadeiro mundo virtual através de redes sociais, blogs e grupos de discussão, fortalecendo as ações dessas organizações a benefício da sociedade.

Dois grupos de discussão e divulgação se sobressaem: a Rede 3º Setor e a Rede 3º Setor Brasil, ambas alocadas no Yahoo.

A Rede 3setor (Rede de Informação e Discussão do Terceiro Setor) possui mais de 12 mil inscritos e mais de 65 mil mensagens arquivadas para consulta. Todas as informações e inscrições podem ser feitas no site http://br.groups.yahoo.com/group/3setor.

Já a Rede 3º Setor Brasil é pela democratização, disseminação do conhecimento, informação e sustentabilidade econômica para as organizações sociais de base do Brasil. Para fazer contato e se inscrever basta enviar uma mensagem para terceirosetorbrasil@yahoogrupos.com.br.

Essas rede…

Encantos Verdes

Viajo nas minhas lembranças e recordo as férias escolares de minha infância, quando meus pais me levavam para passar belos dias em pequena cidade do interior paulista, repleta de terra e verde. Na casa em que ficávamos, do extenso terreno brotavam mangas, carambolas, mamões, laranjas, goiabas, limões, mandiocas e muito mais. Era uma festa aos olhos e uma fartura para as brincadeiras de correr, pular, jogar bola, soltar pipa e tudo o que a imaginação solta inventava. Foi assim que tomei contato com a natureza e gosto pelas plantas e animais. Como era bom caminhar até a represa da usina de açúcar e se deliciar com a queda d'água! E pescar no rio, conversar com a gente simples e bonita e passar o fim de tarde na praça ouvindo as cigarras cantarem.

As crianças de hoje dos centros urbanos não vivem o que eu vivi. Podem até conhecer pela televisão, pela internet e pelos livros escolares, mas não é a mesma coisa, e por não terem essa vivência tão rica e próxima, não conseguem valorizar o …

Tão Longe das Brincadeiras

O governo federal admite: o Brasil tem aproximadamente cinco milhões de crianças exercendo o trabalho escravo, sem nenhum tipo de remuneração para elas ou suas famílias. Nem boneca, nem bola; nem sonho, nem fantasia; apenas trabalho árduo acima da sua capacidade física, todo dia, sem espaço para a escola, para o estudo, para a brincadeira. E o que é brincar para uma criança nessas condições? Ela não sabe, pois nunca pode experimentar. Quando chega em casa está cansada, extenuada mesmo, só quer comer alguma coisa e dormir.

O trabalho escravo infantil não acontece apenas nas zonas rurais, é crime cometido igualmente nas zonas urbanas, através do trabalho doméstico, da prostituição e da profissionalização da mendicância. Uma criança pedindo esmola ou vendendo balas numa esquina é mais comovente, é um apelo que consegue sensibilizar os corações alheios.

Infelizmente essa sensibilidade dos adultos não chega ao nível de ação para acabar com essa indignidade humana. O trabalho infantil é proib…

Eleições e Educação

Terminado o domingo eleitoral, chama-nos atenção a sujeira das ruas da Cidade do Rio de Janeiro. Não faltam os famosos "santinhos" espalhados pelas ruas, prontos para entupir os bueiros e dar muito trabalho para os garis da limpeza urbana. E isso porque a boca de urna é proibida, só permitida a propaganda silenciosa através de bonés, camisetas, botons e bandeiras. Infelizmente assistimos eleitores e representantes de partidos políticos jogando folhetos das janelas de carros em movimento, uma operação sem nenhum efeito a não ser o de sujar a cidade.

As eleições municipais mostraram o quanto estamos longe de mostrar uma boa educação, o quanto estamos distantes de exercer com qualidade a cidadania. Desrespeitamos a lei, fazemos ouvidos surdos à propaganda feita pela Justiça Eleitoral no rádio e na televisão, e depois queremos criticar os outros, quando somos os primeiros a merecer uma crítica contundente. Felizmente, como contrapeso, temos aqueles que souberam exercer a cidadani…

A Dor

Quem, uma vez ou outra na vida, não tem uma dor, seja ela física ou moral? Todos estamos sujeitos à dor. Uma pancada involuntária, um problema de saúde, uma crítica maldosa que nos foi endereçada, e a dor aparece. Ela faz parte da vida, e como está sempre fazendo sua presença, é preciso saber conviver com ela e dela tirar lições proveitosas, transformando a dor em excelente educadora.

Isso é possível, pois a dor sempre indica a necessidade de limites, de auto-educação, de necessidade de mudança de hábitos. O que ocorre é que a maioria de nós somos teimosos e fazemos da dor um verdadeiro suplício, gerando sofrimentos sem conta.

No lugar de um salutar aprendizado, temos desespero, imprecações contra tudo e todos, supervalorização do sofrimento, impaciência. Tudo isso deságua em dores ainda maiores, pois quando fazemos "tempestade em copo d'água" a situação fica ainda pior.

Será que maldizer a vida, gritar de dor, explodir em nervosismo, esgotar a paciência dos outros, será qu…

Sobre a Crise Financeira

Depois de gastar bilhões de dólares numa guerra insana no Iraque, e sem somarmos os gastos no Afeganistão, tendo como motivo não explícito lucrar com o petróleo da região, lucro esse que a nação norte-americana não viu, pois desviado foi pelos interesses de grupos comerciais e financeiros, agora o governo dos Estados Unidos acena com a benesse de 700 bilhões de dólares para os bancos e financeiras particulares, no intuito caridoso de salvaguardar o país de um desastre anunciado há bastante tempo.

Existirá algum empresário que seja contra esse auxílio? Quem não quer vender seus títulos imobiliários podres para o governo, lucrando muito bem e refazendo seus negócios? E os experts ainda dizem que no futuro o governo federal até poderá lucrar com essa operação. A bola de cristal só não diz quando, mas isso será problema dos próximos presidentes.

As grandes corporações riem à toa, mandando e desmandando no mercado de ações, subindo os juros para obter mais lucros, e cortando o crédito do con…

Livro Eletrônico

Portabilidade e baixo custo final são os grandes trunfos do Ebook, ou livro eletrônico, que você pode adquirir através da Internet através da Interior da Alma Editora, uma empresa socialmente responsável, com lançamentos nas áreas educação, gestão, auto-ajuda, conto, romance, espiritismo e esperanto.

No momento o Ebook está fazendo sua reserva de espaço no mercado editorial, convivendo pacificamente com o livro impresso, mas a tendência é de um crescimento rápido e vertiginoso, pois o Ebook é ecologicamente correto, preserva a natureza e pode ser transportado num simples pen-drive, ou diretamente no Ebook Reader. Você pode ler o livro através de qualquer computador ou notebook, em qualquer lugar do mundo.

E o preço de um Ebook não tem comparação com o que você paga por um livro impresso, pois o Ebook pode chegar ao consumidor final, ou seja, o leitor, por metade do preço convencional de um livro impresso, ou até menos.

As novas tecnologias possuem a tendência de sepultar as tecnologias t…