Postagens

Mostrando postagens de 2011

Mediadores de conflitos nas escolas

RIO - Alunos e educadores de 50 escolas municipais da capital fluminense participarão de um projeto que tem a finalidade de solucionar problemas de conflito em ambiente escolar. O projeto é uma parceria da Secretaria Municipal de Educação, da organização não governamental Centro de Criação de Imagem Popular (Cecip) e da Petrobras.

O trabalho se baseia no conceito de Justiça restaurativa, que funciona em chamar as partes interessadas de um conflito para debater a melhor maneira de solucioná-lo. A iniciativa vem sendo desenvolvida em escolas paulistanas desde 2006. Segundo a gestora de Responsabilidade Social da Petrobras, Luciane Pires, o aumento dos índices de violência em ambiente escolar resultou na replicação do trabalho no Rio de Janeiro.

- A questão da violência é um problema que preocupa a todos os brasileiros. O projeto surgiu como uma ideia criativa e original de envolver as escolas e os educadores com o intuito de formar facilitadores que possam trabalhar no combate à violência…

Para todos os educadores

IMPERDÍVEL! Para inscrição de Grupo de 5 ou mais pessoas, desconto de 30% na taxa de inscrição no Seminário Novo Rumo para a Educação. Vamos lotar o evento, que terá a participação do educador JOSÉ PACHECO (da Escola da Ponte - Portugal). O SEMINÁRIO NOVO RUMO PARA A EDUCAÇÃO acontece no dia 05 de novembro, na cidade de Vinhedo/SP. Todas as informações em www.educacaomoral.org.br. Espalhe esta divulgação.
As inscrições para o I Seminário Novo Rumo para a Educação estão abertas até o dia 31 de outubro, ou enquanto houver vagas, e devem ser feitas exclusivamente pelo site www.educacaomoral.org.br.

A realização é do Instituto Brasileiro de Educação Moral - IBEM, e acontecerá na cidade de Vinhedo/SP, no dia 05 de novembro de 2011.

Serão palestrantes os educadores José Pacheco, Marcus De Mario, Ronaldo Gomes e Cleide Arantes.

Grupos a partir de 5 pessoas tem desconto especial. Fale com o IBEM pelos telefones (21) 3439-0665 e 3381-1429, ou pelo e-mail educacaomoral@educacaomoral.org.br.

Não deixe para a última hora.

Aproveite essa oportunidade de conhecer propostas sobre Humanização do Ensino e Aplicação da Pedagogia da Sensibilidade.

O Problema Está no Ensino Fundamental

Publicado hoje nos principais sites de notícias:

"O senador Cristovam Buarque (PDT-DF) disse nesta quinta-feira (6), em visita à World Skills, competição mundial de ensino profissionalizante, em Londres, que o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) não resolverá os problemas da base da educação. Segundo ele, a questão a ser resolvida está no ensino fundamental.

O Pronatec prevê a ampliação da oferta de vagas de cursos técnicos e profissionalizantes em instituições privadas e ao acesso ao financiamento estudantil. O projeto ainda precisa ser votado no Senado Federal.

O senador afirma que o programa enfrentará dificuldades por conta da deficiência no ensino nas séries iniciais. “O aluno vai chegar ao ensino técnico sem saber o que é regra de três e será necessário gastar mais tempo para ensinar o que os meninos já deveriam saber”, afirma.

Para Buarque, o ensino médio deveria passar a ter duração de quatro anos, em vez de três, sendo que o último deveria ser …

Mais aulas na rede pública podem reduzir desigualdade

Do G1, em Brasília

O ministro da Educação, Fernando Haddad, afirmou nesta sexta-feira (16) que estudos feitos pelo governo indicam que o aumento da carga horária da escola pública pode reduzir as desigualdades em relação às escolas particulares.

Segundo ele, resultados de uma pesquisa feita pela Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE) da Presidência da República serão apresentados aos secretários municipais e estaduais de educação na semana que vem.

"Uma das coisas que verificamos é que os alunos da escola particular ficam mais tempo na escola do que a escola pública. Há uma desvantagem relativa. A pública, na melhor das hipóteses, tem 800 horas por ano e a particular tem 25% mais tempo que isso. O secretário-executivo da Secretaria de Assuntos Estratégicos liderou um grupo que pesquisadores que mapeou a literatura internacional sobre qualidade e uma das conclusões é que o número de dias letivos e o numero de horas por dia tem impacto muito grande na qualidade", afirmou o min…

Para onde foi a educação?

PUC suspende atividades para evitar '1º Festival de Cultura Canábica'
Reitor alega que festas ganharam ‘proporções inadmissíveis’.
Ele cita determinações que visam combater consumo de álcool e drogas.

Do G1, em São Paulo

A reitoria da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) suspendeu as atividades administrativas e acadêmicas desta sexta-feira (16) no campus Monte Alegre, no bairro de Perdizes, Zona Oeste de São Paulo. A medida foi tomada pelo reitor Dirceu de Mello após estudantes divulgarem a realização do 1º Festival de Cultura Canábica.

Por intermédio do ato nº 127/2011, publicado no portal de internet da PUC, o reitor proibiu a circulação de pessoas não autorizadas pelos edifícios Cardeal Motta e Bandeira de Mello. O reitor cita em sua decisão uma série de determinações que visam combater o consumo de álcool e drogas.

Dirceu de Mello alega que as festas nas noites de sexta-feira na PUC ganharam “proporções inadmissíveis” por causa do barulho, do “não dissimulado …
Você pode ganhar livros gratuitamente na promoção "Dê Um Livro de Presente", que a Alma do Livro está realizando.

É uma promoção em que você acumula Bônus-Livro e troca por livros.

Acesse www.almadolivro.com e participe!

Seminário Novo Rumo para a Educação

Até o final deste mês de setembro as inscrições para o I Seminário Novo Rumo para a Educação estão com 20% de desconto. O tema central é "Pedagogia da Sensibilidade e Sua Aplicação na Educação Básica". Será em novembro, na cidade de Vinhedo-SP, com a participação do Prof. José Pacheco, da Escola da Ponte (Portugal).

Informações e inscrições em www.educacaomoral.org.br.

A realização é do Instituto Brasileiro de Educação Moral.

ONU diz que Brasil tem de alfabetizar 35 milhões

Com 13,9 milhões de jovens, adultos e idosos que não sabem ler nem escrever - ou 9,6% da população de 15 anos ou mais, segundo o Censo 2010 -, o Brasil terá de dobrar o ritmo de queda do analfabetismo para cumprir a meta assumida perante a ONU de chegar à taxa de 6,7% em 2015.

Levada em conta a projeção do IBGE de que a população nessa faixa etária será de 154,9 milhões, o País deveria chegar a 2015 com 10,4 milhões de analfabetos. Em números absolutos, seria uma redução de 3,5 milhões em apenas cinco anos.

Entre 2000 e 2010, no entanto, o total de analfabetos caiu 2,3 milhões. Se o País repetir esse desempenho, a meta prometida pelo governo há 11 anos, durante conferência da Unesco, só será alcançada em 2020.

Uma das principais dificuldades na redução das taxas é que os piores índices de analfabetismo entre adultos estão concentrados na população idosa, de 60 anos ou mais, que tem grande dificuldade de aprendizado.

Apesar de iniciativas como o Alfabetização Solidária, do governo Fernando…

ONU: 67 milhões de crianças não têm acesso à educação

Está na mídia a seguinte noticia:

Ao menos 67 milhões de crianças no mundo não têm acesso à educação, especialmente em países com taxa de natalidade elevada e alvos de conflitos armados. A informação consta no relatório "A crise oculta: Conflitos Armados e Educação", do Conselho Econômico e Social das Nações Unidas (Ecosoc), que realizou no dia 4, em Genebra, o encontro anual com a educação como tema central.

Durante a sessão inaugural, o presidente da Assembleia Geral da ONU, Joseph Deiss, insistiu na importância da educação para alcançar a felicidade individual e a prosperidade econômica, além de melhorias sociais como a autonomia das mulheres e a redução da pobreza.

Pelo relatório do Ecosoc, entre 1999 e 2008, ao menos 52 milhões de crianças foram matriculadas na educação primária, o que representou aumento de um terço com relação à década anterior. No entanto, apesar do avanço, em regiões como a África Subsaariana, 10 milhões de crianças abandonaram o colégio por ano, por i…

Notícias de Jornada de Palestras

Estou realizando Jornada de Palestras e Seminários no interior paulista, representando o Instituto Brasileiro de Educação Moral - IBEM, do qual sou diretor e educador. Veja o roteiro:

30 de maio - Águas de Lindóia
Palestra "Os Três Critérios da Educação Moral: Amor, Exemplo, Experiência Própria"
Organizada pela Diretoria de Educação, reuniu aproximadamente 200 professores, que gostaram muito. Ficamos de receber convite para participação em futuro Fórum sobre Educação.

01 de junho - Gavião Peixoto
Palestra "Ah, Essas Crianças! Limites, Autoridade Punição e Disciplina"
Organizada pela Secretaria Municipal de Educação, reuniu 50 professores da educação infantil e enisno fundamental, que participaram de atividades de sensibilização e palestra interativa.

06 de junho - Colina
Palestra "Construindo Relações Interpessoais e Resolvendo Conflitos em Sala de Aula"
Organizada pela Secretaria Municipal de Educação, vai acontecer em dois horários: manhã e tarde.

10 de junho - M…

Piso Salarial dos Professores em Discussão

Retiro matéria publicada hoje, 06/04/2011, no JB On Line. Não resta dúvida que o professor deve receber salário de qualidade, digno, mas infelizmen5te os administradores públicos parecem não pensar do mesmo modo. Leia e opine, envie seu comentário.

--------------------

Lei do piso nacional dos professores volta à pauta do STF

Agência Brasil

BRASÍLIA – Depois de dois adiamentos, o Supremo Tribunal Federal (STF) retoma nesta quarta-feira o julgamento da lei que criou o piso nacional do magistério. Há dois anos, a Corte negou pedido de liminar a cinco governadores que questionaram a constitucionalidade da lei, que determinou um piso de R$ 950 a professores da educação básica da rede pública com carga horária de 40 horas semanais. Falta agora o julgamento do mérito da matéria, aguardado com ansiedade pela categoria.

Os sindicatos que representam os profissionais alegam que a suspensão da análise da matéria pelo STF criou um clima de “insegurança jurídica” e alguns prefeitos se valem do imbrógl…

Bullying: Caso de Polícia?

O G1 SP acaba de publicar a matéria abaixo. Leia, e depois, ao final, responda, através de um comentário, a pergunta que deixamos no ar.

---------------------------------

Documento feito em cartório pode ser prova em casos de bullying

Famílias de vítimas podem solicitar uma ata notarial a um tabelião. Ele observa e narra os fatos no documento, que custa cerca de R$ 270.

Pais de crianças e adolescentes que são vítimas de bullying, tanto presencial quanto na internet, podem procurar ajuda nos cartórios. Um documento que é feito nestes locais pode servir como prova em um eventual processo judicial.

O documento se chama ata notarial. Para obtê-lo, a pessoa precisa ir até um cartório e descrever a ocorrência para o tabelião. Ele irá até o local dos fatos, fará observações e escreve o documento.

Normalmente, a prática de bullying acontece nas escolas, interna ou externamente. O tabelião vai até o local descaracterizado – por isso, os agressores não sabem que ele está observando.
saiba mais

* Es…

Brasil Fora do Top 100 das Universidades

O Brasil ficou fora do 'top 100' das universidades de maior reputação O ranking foi feito a partir de pesquisa com 13 mil professores do mundo.

A Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, obteve a pontuação máxima no ranking das melhores universidades em reputação do mundo divulgado nesta quinta-feira (10) pela Times Higher Education (THE), instituição baseada em Londres. O ranking foi montado a partir de uma pesquisa somente para convidados de mais de 13 mil professores de 131 países do mundo e reforça a posição dominante das instituições dos EUA e consagra boa reputação de universidades do Reino Unido e do Japão. O índice faz parte do ranking das melhores universidades do mundo divulgado pela THE em setembro do ano passado.

O Brasil não tem nenhuma instituição entre as 100 melhores. Rússia (Universidade Lomonosov de Moscou), China (universidades Tsinghua, Pequim e Hong Kong) e Cingapura e Hong Kong também aparece com instituições entre as 50 melhores do ranking. No grupo e…

Merenda Escolar é Insuficiente

Dando continuidade às postagens de notícias sobre educação, esta saiu hoje, 28/02/2011, no G1, o portal de notícias da Globo.

A população do Norte e Nordeste do Brasil considera a merenda escolar servida aos alunos das escolas públicas ruim e insuficiente. Este é um dos resultados do Sistema de Indicadores de Percepção Social (SIPS) desenvolvido pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) divulgado nesta segunda-feira (25).
saiba mais

* População vê melhorias na educação brasileira, diz pesquisa do Ipea
* Veja dicas para montar uma merenda escolar saudável

Os dados do SIPS revelam que 21,7% da população do Norte considera a merenda escolar ruim, enquanto outros 39,7% a classificam como regular. No Nordeste, 13,9% classificam a merenda como ruim, e 47% como regular.

A merenda escolar foi considerada boa no Sul (75,8%), Centro-Oeste (70,9%) e Sudeste (65,5%).

O objetivo do SIPS é captar a opinião e a avaliação da população brasileira sobre políticas e serviços públicos em dive…

Brasil tem 38% dos Adolescentes Vivendo em Situação de Pobreza

Publicado pelo G1, em 25/02/2011:

Pesquisa do Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) divulgada nesta sexta-feira (25) revela que 38% dos adolescentes no Brasil vivem em situação de pobreza, enquanto esse percentual é de 29% em relação à média da população brasileira.

De acordo com o estudo, dentre as crianças e adolescentes negros o percentual dos que vivem em situação de pobreza é ainda maior, 56%. Nas regiões Sul e Sudeste, onde a pobreza é considerada menor do que nas demais regiões, os jovens negros têm 70% de chances de serem pobres do que os brancos.
saiba mais

* Brasil ocupa o 6º lugar no ranking de homicídios de jovens
* Homicídio é causa da morte de quase 40% dos jovens, diz pesquisa
* Alagoas tem o maior número de homicídios de jovens

A região com mais adolescentes pobres (67,4%) é o semi-árido nordestino, seguida pela região amazônica, onde 56,7% dos jovens vivem em situação de pobreza. Segundo o Unicef, o índice negativo no Nordeste, se deve, entre outros fa…