Escolas diferentes pelo mundo

Na escola sueca Vittra Telefonplan não há classes nem salas de aula. O ambiente de design moderno busca incentivar a criatividade e o desenvolvimento de diferentes habilidades, onde os alunos se organizam em grupos para discutir temas e resolver problemas em conjunto. A escola é formada por espaços de convivência, que reúnem conforto e acesso a ferramentas tecnológicas. Na Suécia, as escolas --incluindo a Vittra-- são gratuitas.


A Green School em Bali, na Indonésia, oferece uma "educação natural, holística e centrada no aluno". Isso significa que as crianças têm disciplinas como inglês, matemática e ciências, mas também artes e meio ambiente no espaço integrado com a natureza. Para a escola, o importante é desenvolver nos alunos hábitos social e ambientalmente responsáveis.


Na Dinamarca, a Ørestad Gymnasium diz que oferece aulas com ferramentas 100% digitais. Os alunos levam os seus notebooks e recebem materiais eletrônicos para acompanhar os conteúdos. Além disso, parte das aulas é realizada em salas "sem paredes", ou seja, os alunos devem realizam tarefas em grupos nos confortáveis espaços da escola. Que tal?


Na escola alemã de educação básica Erika Mann, as crianças podem escolher entre aulas de ioga, piano, natação, xadrez, hip-hop e oficinas de joias, entre outras. Trata-se de atividades complementares ao currículo obrigatório. Nas aulas "normais", os alunos de diferentes idades são reunidos em pequenos grupos, com o objetivo de desenvolver a integração entre estudantes com ou sem deficiência e nascidos ou não na Alemanha.

 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O que é educação moral

O Que é Educação de Qualidade?