Postagens

Você somente pode dar aquilo que você é

Imagem
Durante muito tempo acreditamos que na educação escolar somente poderíamos dar aos nossos alunos o que temos, ou seja, o conhecimento. Essa ideia ficou tão arraigada em nosso entendimento que quase não sofreu contestação e, aos poucos, a educação passou a ser confundida com o ensino, tanto que as escolas brasileiras passaram a ser oficialmente denominadas de unidades de ensino, e não de centros educacionais, e os professores passaram a ser instrutores, na ilusão de que estão na escola para ofertar ou para dar do seu conhecimento, do seu domínio intelectual para os alunos. Digo ilusão, pois se trata de um equívoco. Qualquer indivíduo, seja criança, jovem ou adulto, pode adquirir conhecimento por esforço próprio através dos livros, dos vídeos, da internet, da interação com outras pessoas, das experiências vivenciais. E quem foi que disse, e provou, que o ato de educar é a mesma coisa que o ato de ensinar? E quem disse, e igualmente provou, que é possível ensinar alguém quando esse algu…

Se não educarmos, como será o futuro?

Imagem
Uma professora de educação física do ensino fundamental no ensino público constata: os colegas professores estão pessimistas e os alunos só querem saber de celular, funk e liberdade sem responsabilidade. Não é somente essa professora que constata essa realidade. Temos mais de 2 milhões de professores na educação básica (infantil, fundamental e médio) - dados do Inep/MEC - e esta é uma constatação geral.
O ensino fundamental tem 48,6 milhões de alunos - crianças e adolescentes -, e o ensino médio tem 7,9 milhões de alunos (jovens), segundo dados do Censo Escolar 2017. O que será da sociedade brasileira no futuro não muito distante se essas crianças, adolescentes e jovens não forem despertadas, não forem sensibilizadas para a vida, para aprender a amar, a respeitar e a fazer ao outro somente o que gostaria que o outro lhe fizesse?
Há um descaso com a educação das nossas crianças e dos nossos jovens, e a escola pode até ensinar muitas coisas, mas não está desenvolvendo a forma…

Por que os pássaros voam?

Imagem
Um menino se aproximou e perguntou:
- Por que os pássaros voam?
Olhei para o menino, em seguida estendi meu olhar para o céu e, voltando minha atenção para aquela criança com sua curiosidade, indaguei:
- E qual é a sua resposta para essa pergunta?
Ele esfregou os olhinhos miúdos, pensou um pouco, e respondeu convicto:
- Os pássaros voam porque eles não têm medo de cair.
Satisfeito consigo, saiu apressado sem me dar tempo a qualquer palavra.
Então fiquei ali, pensando e olhando para o céu. Será mesmo que os pássaros voam porque não têm medo de cair, ou será por outro motivo?
E por que o homem anda? E também posso perguntar: por que os peixes nadam? E poderia fazer mil perguntas aparentemente desconexas, tudo porque preciso descobrir o que leva um pássaro a voar e sempre voar.
E o que tudo isso tem a ver com educação?
Somos pobres criaturas humanas chumbados ao solo pelas nossas preocupações imediatas, esquecidos que a cabeça está acima do pescoço para que possamos olhar para o céu. E …

Filhos precisam ter espaço e autonomia

Imagem
Para nossa reflexão trago uma narrativa feita por uma nossa amiga, a respeito de sua irmã e seus filhos. Narra nossa amiga que um dos filhos de sua irmã casou e foi morar em bairro mais distante. Seu aniversário se aproximava e a mãe anunciou que faria a comemoração do mesmo, solicitando-lhe a presença, a qual ele negou, alegando que ela sabia que ele não gostava de festas e comemorações e, ademais, estava agora casado, e ele já havia solicitado à esposa que nada fizesse alusivo a essa data, e, se tivesse que haver alguma festa, esta seria em sua nova morada, com ele a convidar familiares e amigos. A mãe se desgostou a ponto de ficar choramingando pelos cantos e deixando entrever que considerava a atitude do filho um gesto de ingratidão.
Cremos que os sentimentos da mãe em comemorar o aniversário do filho eram legítimos, entretanto totalmente fora de propósito por dois motivos: primeiro, porque ela sempre soube que ele detestava festas de aniversário e que, por isso, sempre que podi…

O poder emana do povo

Imagem
A Constituição Brasileira declara em seu  primeiro artigo, parágrafo único: "Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos, ou diretamente nos termos desta Constituição".
Os representantes eleitos do povo brasileiro são o Presidente da República e seu Vice, que comandam o Poder Executivo, assim como os Deputados Federais e os Senadores que formam o Poder Legislativo. São todos representantes dos brasileiros, escolhidos em eleições livres e democráticas e, portanto, eles têm o dever de administrar e legislar pelo bem da nação e do povo que os elegeu. Entretanto, o que temos assistido ao longo dos tempos é um Poder Legislativo que defende apenas interesses individuais e de grupos, muitas vezes na contramão dos interesses da população brasileira, e um Poder Executivo que mais faz política de alcova, do "toma lá, dá cá", conforme os interesses dos partidos políticos. Essa situação sancionou quase que de forma oficial, a corrupção, os desv…

A educação não é uma brincadeira

Imagem
Lá se vão quatro meses e meio de muitas trapalhadas e um completo desconcerto no Ministério da Educação. Com todo o respeito às pessoas, parece que ninguém entende de educação e muito menos sabe o que faz. Ordens e contraordens, medidas esdrúxulas, perseguições de caráter político, desconstrução de projetos, comunicados que necessitam de correções, falas desencontradas e outras coisas mais têm feito do MEC um picadeiro de circo amador, onde sobram improvisações de mau gosto, e onde o público não consegui rir nem aplaudir, mas apenas chorar e sair decepcionado.
Educação não é brincadeira, não é jogo de cartas marcadas, não é aventura político-partidária. Estamos falando do processo de desenvolvimento intelectual e afetivo das novas gerações, estamos falando de pesquisas sérias sobre o crescimento de crianças e jovens, estamos falando do hoje e do futuro do Brasil, estamos falando da desconstrução de um modelo escolar e educacional do século 19 para construção de um modelo do século 21…

É preciso desconstruir

Um pilar muito importante da educação é o desconstruir, com aplicação direta junto aos professores e pedagogos. Desconstruir ideias e práticas que engessam o processo educacional, acreditando no novo, no fazer diferente. Muitos profissionais da educação alegam que estão na escola para dar aula, para desenvolver os conteúdos de sua disciplina curricular e, portanto, com esse pensar reducionista, não conseguem perceber que é possível ir além disso, que é possível trabalhar tanto o potencial cognitivo quanto o potencial afetivo do educando, que é possível colocar em ação novas práticas pedagógicas. enfim, que é possível fazer uma nova escola e um novo ensino.
Carteiras enfileiradas, conteúdos no quadro, explicações verbais, provas, testes, notas, livro didático sendo acompanhado, apostilas, exercícios e mais exercícios, tudo isso não têm dado os resultados desejados dentro de uma educação de qualidade, tanto que temos no Brasil uma multidão de 30 milhões de analfabetos funcionais, fora …