Os jovens estão sendo expulsos da escola

Caiu o número de jovens na escola a partir dos 15 anos de idade.

Segundo a Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), divulgada pelo IBGE, 83,7% dos jovens entre 15 e 17 anos estudavam em 2011. O número é mais baixo do que o apurado em 2009, quando a taxa era de 85,2%. Isso siginifica 1,7 milhão de jovens fora da escola - população equivalente à de Curitiba. 

Uma pesquisa realizada pelo Ibope, em parceria com o Instituto Unibanco, em 2011, mostra que os estudantes do ensino médio perdem entre 17% e 40% dos dias de aulas, na maioria dos casos, por falta de professor.

O Censo Escolar de 2011 revelou que a taxa de reprovação no ensino médio brasileiro atingiu 13,1%, maior número desde 1999.

Para os especialistas a baixa qualidade do ensino, a alta taxa de reprovação, a falta de professores, a infraestrutura escolar deficiente, a falta de biblioteca e salas de estudo, a dificuldade de chegar na escola (transporte e distância), entre outros fatores, "expulsam" o jovem da escola.

O que fazer para reverter esse quadro?

Esse é o desafio que lanço a você, que acompanha o Análise & Crítica.

Faça seu comentário dando sugestões.

Comentarei todas elas.

Aguardo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Que é Educação de Qualidade?

O que é educação moral

Escola Humanizada